Oct 4 2016

Som Direto no Cinema Brasileiro: fragmentos de uma história

capa_som_final_efeito5-copy

Lançado recentemente no IV ENPSC, o livro “Som Direto no Cinema Brasileiro: fragmentos de uma história” do técnico de som direto Márcio Câmara, já está disponível para venda* pelo email: euphemiafilmes@gmail.com

“O texto de Márcio Câmara é o resultado das inquietações que movem o profissional no que diz respeito ao papel criativo do técnico de som direto. É uma característica do trabalho dele a vontade de contribuir criativamente para o que assistiremos na tela, proporcionando através de suas gravações a oportunidade para que demais setores da cadeia produtiva do audiovisual possam estabelecer relações instigantes entre sons e imagens. Ele faz uma necessária história da função do técnico de som direto no Brasil, mas, para além disso, faz a defesa da autoria criativa possível no trabalho diário do set. Entre o pragmatismo do trabalho diário, suas inquietações e questões densas como a relação entre tecnologia e os hábitos de escuta se inscreve um texto necessário, e, imagino, prazeroso para os trabalhadores da área e para os demais interessados.” do prefácio de Fernando Morais da Costa. 

Opiniões 

“Som Direto no Cinema Brasileiro: fragmentos de uma história de Márcio Câmara se lê como se ouve, e se ouve algo de potente e bom aos ouvidos sensíveis, atentos e criativos. Leitura indicada a todos os diretores, e aos cinéfilos, que buscam sonoridades inesperadas e que, dentro da complexidade da linguagem cinematográfica, entendem e querem aprofundar a potência do som direto para a densidade narrativa de um filme. Márcio Câmara nos mostra as trilhas para chegar lá.” Jorane Castro, cineasta.

“O texto traz uma reconstrução histórica primorosa e fundamental da trajetória do som no Cinema Brasileiro e faz o justo reconhecimento dos profissionais que consolidaram suas técnicas e criatividades na lida das disponibilidades tecnológicas de cada época. Com esta obra Márcio Câmara contribui para consolidação do conhecimento sobre o som direto em sua importância técnica, criativa, dramatúrgica e teórica.” Glauber Paiva Filho, diretor e professor.

“Tive o prazer de ter Márcio Câmara ao meu lado em meus filmes e sua contribuição sonora abriu meus ouvidos para sempre. Anos depois, me deparo novamente com Márcio, dessa vez no terreno da literatura, autor de um contundente texto sobre som e imagem. Ele acumulou experiências ao longo dos anos, tanto técnicas quanto teóricas, sendo esses percursos o que ele nos brinda com uma obra original, uma inconteste contribuição quer para o profissional, amador ou diletante do audiovisual.” Marcus Vilar, cineasta.

*Valor do livro: R$48,00 com o frete.
 
Confira também uma entrevista com o autor: Novo livro – som direto no cinema brasileiro para o blog Escuta Nova Onda.

One Response to “Som Direto no Cinema Brasileiro: fragmentos de uma história”

Leave a Reply