Sep 20 2014

A Importância do Som no Cinema por Geraldo Moraes

Mini documentário realizado com o diretor, roteirista e produtor Geraldo Moraes sobre a importância do som no cinema.


Sep 15 2014

História e Tecnologia do Som no Cinema Brasileiro

“Um registro de uma fala preciosa por um mestre do som direto do Cinema Brasileiro” afirma David Pennington. Em setembro de 2013 durante a exposição Ressonâncias Históricas – tecnologia de som no cinema brasileiro que fez parte do 7º Festival Cine Músicao cineasta e técnico de som direto Walter Goulart, um dos profissionais do som cinematográfico mais experientes do Brasil em atividade, contou um pouco da história do som no cinema nacional na companhia de Roberto Carvalho, Fernando Ariani e Gustavo Andriewiski. Registro de David Pennington.

 


Nov 1 2013

Restauração de Som no Cinema Brasileiro

José Luiz Sasso é um dos maiores, se não o maior especialista do Brasil em restauração de som de filmes. Após uma agradável tarde de aprendizados nJLS Facilidades Sonoras com esta lenda viva do som do cinema brasileiro, reproduzo aqui um pouco da história e das especificidades práticas desse importante trabalho de preservação audiovisual.

“A história da restauração no Brasil começa comigo quando o Lauro e o Eduardo Escorel queriam trazer à vida de novo o filme “Cavalinho Azul” (Eduardo Escorel, 1984) e o “Sonho Sem Fim” (Lauro Escorel, 1985), ambos eu mixei na Álamo. E eles tinham as fitas de ¼ desses filmes guardadas em Nagra. Isso era o back up da mixagem do perfurado 35mm. Eles me ligaram, querendo restaurar o som do filme e eu me propus a fazer. Mas eu não tinha o Nagra, então o Geraldo Ribeiro que transcreveu para um arquivo wave (estamos falando a 24 quadros). E aí chegaram as imagens pra mim. Acho que eles iam exibir na TV Cultura aqui em São Paulo, mas não queriam o som do telecine da cópia. Neste caso, na verdade não foi uma restauração literal, mas foi uma re-masterização. Já que estava em fita de ¼, a qualidade era absolutamente normal, ainda mais gravado em Nagra. E aí a gente passou em um software, tiramos o chiado, tiramos um pouco daquela característica do cinema monofônico de ser um pouco mais rico em médias frequências… se criou um pouco mais de graves… Então, eu re-masterizei esses dois filmes. E aí isso ficou aí perdido. Foi mais ou menos em 2003 ou 2004, não me lembro exatamente. Mas nessa época ninguém falava em restauração ainda.

Continue lendo


Sep 13 2013

R.I.P. Ray Dolby

Ray Dolby, engenheiro fundador da Dolby Laboratories, morreu nesta quarta-feira, 12 de setembro de 2013, com 80 anos de idade. Mr. Dolby é reconhecido em todo o mundo pelo pioneirismo no desenvolvimento de tecnologias de áudio inovadoras, e que muito melhoraram a gravação e reprodução do som, como sistemas de redução de ruído ou “noise reduction“ (a exemplo: Dolby A, Dolby SR, etc.), sistemas de compressão de sinais de áudio e padrões de som surround como o Dolby Stereo e o Dolby Digital (AC-3), muito utilizados pela indústria cinematográfica.

Fica a homenagem a este grande cientista artesão que tanto contribuiu para o progresso do universo sonoro do cinema.


Mar 23 2013

Alerta: Arma Sônica

Tirem seus protetores auriculares do armário!

O “dispositivo de longo alcance acústico” conhecido pela sigla LRAD (Long Range Acoustic Device), é um equipamento que emite um intenso ruído de alta freqüência e que pode causar lesões auriculares permanentes em distâncias próximas. O emprego do LRAD vem sendo explorado também pelas forças de segurança do mundo inteiro como uma potente arma sonora não-letal utilizada para o “controle” de multidões. No Brasil, foi usada pela primeira vez esta semana para conter os manifestantes diante da desocupação da Aldeia Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro. No vídeo abaixo você confere o momento em que a policia militar carioca utiliza o LRAD

 

Woody Norrys é o norte-americano inventor do LRAD. Ele também desenvolve outros projetos que tratam o som de maneira inovadora, como pode ser notado em sua palestra para a fundação TED:

 
Continue lendo