Sep 16 2013

Operário Criador: Tectoys

“Equipamentos prosumer democratizaram a produção audiovisual, não resta dúvida. Com a febre das DSLRs veio uma avalanche de gravadores de bolso, baratos, acessíveis e user friendly. A máxima do Glauber – “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça” – nunca esteve tão próxima da realidade, embora as ideias estejam em falta ultimamente. Na prática, essa democratização revelou outra faceta: uma certa precarização e queda na qualidade da produção.”

Mais em: Som de Filmes

One Response to “Operário Criador: Tectoys”

  • Maria Muricy Says:

    Zé Luis, como sempre, de uma clareza ímpar. Quando eu comecei como assistente de montagem, e mesmo de edição de som, ainda na era do analógico, eu levei quase um ano olhando a Vera Freire montar, cruzando boletins de câmera, som, continuidade, sincando, ordenando e arquivando sobras. Na edição de som, arquivando sobras, etiquetando latas, sincando. A exigência pela qualidade técnica não pode cair. Cinema não é bolinho de tapioca, que se aprende de primeira…

Leave a Reply