May 20 2017

CINEMA POR QUEM O FAZ: Mirian Biderman

Ugo Giorgetti entrevista Miriam Biderman na websérie “Cinema por quem o faz” realizada pela SPCine

Miriam Biderman é editora de som e formada em cinema pela New York University. Começou a carreira nos Estados Unidos trabalhando como assistente de edição de som no filme “A cor do dinheiro”, de Martin Scorsese. Depois, engatou outros trabalhos no mercado cinematográfico norte-americano. Em 1989, foi chamada para integrar a equipe do longa “Festa”, de Ugo Giorgetti, filme que recebeu o prêmio de melhor som no Festival de Gramado.”


May 17 2017

Produtor de Som: novos conceitos para a realização sonora no audiovisual

A Semana ABC 2017 promoveu a mesa “Produtor de Som: novos conceitos para a realização sonora no audiovisual” com mediação de Tide Borges, ABC (Técnica de Som e Professora da FAAP) e os debatedores: André Montenegro (Produtor Executivo); Eduardo Santos Mendes (Editor de Som e Chefe do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP); João Godoy (Técnico de Som Direto e Professor do Curso Superior do Audiovisual do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP) e Rodrigo Meirelles (Supervisor Executivo de Áudio – TV Globo).

 Confira a mesa que começa em 5’30”:


May 13 2017

CINEMA POR QUEM O FAZ: Miguel Sagatío

Ugo Giorgetti entrevista Miguel Sagatío na websérie “Cinema por quem o faz” realizada pela SPCine

“Miguel Sagatío é técnico de som. Por ter começado sua trajetória nos estúdios Vera Cruz, é uma daquelas figuras que têm muito a dizer sobre a evolução técnica do cinema.”


May 6 2017

CINEMA POR QUEM O FAZ: Romeu Quinto

Ugo Giorgetti entrevista Romeu Quinto na websérie “Cinema por quem o faz” realizada pela SPCine

“O técnico de som Romeu Quinto começou ainda na adolescência, nos corredores da antiga TV Tupi. Durante sua trajetória atuou em mais de 50 obras, entre elas Carandiru, de Hector Babenco, e Bicho de sete cabeças, de Laís Bodanzky.”


Apr 18 2017

Expandindo a linguagem sonora no audiovisual.

“O design de som é baseado em mentira. Quando você assiste a um filme ou show de TV, quase todos os sons que você ouve são falsos. Nesta palestra rica em áudio, Tarsos Frantzolas explora o papel do som em narrativas e demostra como o nosso cérebro é facilmente enganado pelo que ouve.”